A MALDIÇÃO DE ISABELLE

A MALDIÇÃO DE ISABELLE
Título: A Maldição de Isabelle.
Lançamento: 2019
Direção: Robert Heydon

Sinopse: casal se muda para uma nova casa e é perseguido por um entidade maligna, bla bla bla.

Mais um filme que possui uma sinopse igual à outros milhões de filmes de terror. Essa moda de casal se mudando para uma casa nova e serem perseguidos por um espírito/entidade/encosto/cramunhão/tranca rua, já se esgotou faz tempo. Aonde foi parar a criatividade e a vontade de fazer um bom filme de terror?

Mas no meio de tanta coisa ruim, vou elencar o que eu mais gostei:

O começo apresenta uma boa trilha sonora. A introdução é muito boa, dando a esperança de que será um excelente filme, mas essa esperança acaba na primeira cena que aparece o casal protagonista atuando horrorosamente mal.

A capa é bem interessante e sugestiva. Os olhos amarelados e apavorados no meio das cores vermelho e preto, dão a entender que o filme será amedrontador. Nesse caso, um bom trabalho de arte e marketing.

Acho que é só isso mesmo.

Agora o que foi ruim:

1) Péssimas atuações. Não tem um ator que salve. Atores completamente inexpressivos e em alguns momentos parecia eu atuando na peça de teatro da escola na segunda série.

2) O roteiro é péssimo, não justificando, mas contribuindo para as péssimas atuações. Com diálogos baratos, somados à pressa para chegar em determinada situação, o roteiro atropela tudo, frustrando o espectador.

3) As cenas não se conectam em diversas ocasiões e deixam o filme estranho.

4) Clichês terrorísticos em excesso: sustos com aparições em espelhos de banheiro, cabeçona da entidade atrás da pessoa deitada na cama, entidade desfocada no fundo de cena, entidade com torcicolo e cabeça torta, etc, etc, etc. Um excesso de mais do mesmo.

5) Confesso que os jump-scares não são excessivos, mas tem. E são os de pior qualidade possível. Inclusive sonoros.

6) Efeitos especiais pífios, com direitos à olhos de pisca-pisca de Natal acompanhado de vozes computadorizadas no pior nível de terror possível. Acho que esses efeitos foram as coisas mais frustrantes.

Bom, pra mim foi uma decepção regada à plágios de milésima categoria.

Mas essa é a MINHA opinião, claro. Se você gostou, não precisa ter raiva do que leu até agora. Gosto não se discute.

Até.

By:

Posted in:


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: